Logo Abióptica
 
 
Fundação Abióptica
Responsabilidade Social também está no campo de visão da Abióptica


Pelo Direito de Enxergar Direito 

   

 

        



A Fundação Abióptica – Pelo Direito de Enxergar Direito é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que tem em sua essência e premissas a defesa dos direitos do cidadão – crianças, adolescentes, adultos e idosos – de enxergar direito. Foi criada para desenvolver ações que visem a gerar e administrar meios e recursos que propiciem aos jovens em situação de vulnerabilidade social uma melhor qualidade de vida.

 

Missão

Proporcionar à sociedade condições de melhoria na saúde visual e possibilitar a inserção de jovens em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho por intermédio de programas de formação profissional.

 

Valores

Desenvolvimento Social

Comprometimento

Transparência

Altruísmo

Ética

Atuação

A Fundação Abióptica se propõe a ser um agente de transformação social. Para isso estruturou suas atividades sobre quatro pilares de sustentação: Transformação Social, Saúde, Educação e Voluntariado

 

Projetos em andamento

 

Formação Profissional

 

A Fundação Abióptica acredita na transformação social por meio da Educação. Por isso, desde 2009 investe no Projeto de Formação Profissional com o objetivo de possibilitar que jovens em situação de vulnerabilidade social tenham acesso a um processo de qualificação que lhes permita serem inseridos no concorrido mercado de trabalho. Em seu terceiro ano de atuação, o projeto se mantém excelentes resultados.

Em 2009 dos 130 inscritos, 15 jovens foram selecionados e atendidos, tendo desta forma sua qualidade de vida melhorada, não somente no que diz respeito à questão profissional, como também por terem sido abordados ao longo do ano temas como cidadania, meio ambiente, formação educacional, entre outros. Todos foram encaminhados para entrevistas em empresas do setor, destes, 12 foram empregados, um índice de aproveitamento de 80%.  Este ano formaremos a quinta turma do curso de Montador Óptico.  

 

Projetos Nossas Crianças

Contribuir com a melhora da qualidade da saúde visual é prioridade para a Fundação Abióptica. A partir de uma parceria com a Fundação Abrinq, tem sido possível atender crianças e jovens da rede “Nossas Crianças”, cabendo à Fundação Abióptica a doação dos óculos àqueles em que for diagnosticada a necessidade do uso das lentes corretivas para melhora da qualidade da saúde visual.

O índice de atendimento teve sua elevação observada ao longo do ano, tendo como previsão mensal o número de 50 (cinquenta) atendimentos por mês. Os atendidos por essa parceria puderam fazer a escolha das armações, cedidas por empresas como: Master Glasses Indústria Óptica, Jaguar Produtos Ópticos, Ikony, Sáfilo do Brasil, entre outras, que entenderam a importância do projeto e nos contemplaram mais uma vez com seu apoio.

A ideia é alavancar as doações por intermédio de ações de divulgação mais bem elaboradas e periódicas e intensificar o trabalho, visto que já conseguimos ter uma visão do déficit de indivíduos necessitados dessas doações, chegando a algo muito mais próximo da realidade.

Palavra do Presidente


Os principais objetivos da FUNDAÇÃO ABIÓPTICA são: proporcionar à sociedade brasileira, condições de melhoria na sua saúde ocular e capacitar jovens cidadãos.

Uma de suas ações, senão a mais importante, adotada pela Fundação vem a ser a capacitação de jovens, preparando-os a trabalhar no setor óptico e aprimorar sua cidadania, de tal forma a facilitar a inserção destes no mercado de trabalho e que venham, no futuro, somar forças na construção de um Brasil melhor.

Os programas de formação profissional proporcionados pela FUNDAÇÃO ABIÓPTICA, se propõem a ser agentes de capacitação profissional e inclusão social, trabalhando em quatro frentes principais, quais sejam: educação (preparação técnica e reforço nas noções de cidadania do estudante), transformação social e voluntariado (comprometimento com sua finalidade).

A FUNDAÇÃO ABIÓPTICA acredita que a educação é o principal meio, o principal instrumento para se proporcionar o efetivo desenvolvimento de uma nação, obviamente, uma ferramenta que possibilita uma melhor consciência cidadã, ou seja: fornecer ferramentas para que o cidadão possa ter mais discernimento sobre o certo e o errado, mais informação e cultura geral e com ela poder ter uma melhor noção daquilo que é o melhor para todos (muito diferente dos vários programas assistencialistas que vemos, daqueles que entrega o peixe ao invés de ensinar a usar a vara, numa verdadeira amarração de votos, um populismo barato que busca aumentar cada vez mais a quantidade de dependentes de tais programas, sem definir um começo um meio e um fim, de tal forma a devolver a dignidade ao ser humano ... um verdadeiro curral de votos, etc, etc).

Neste ano de 2014, buscando dar essa oportunidade para um número maior estudantes, foram formadas duas turmas, o que foi uma novidade para a própria Fundação. Estamos numa fase de ajustes e adequações da grade, mas, independentemente disso, o mais importante é que nosso principal objetivo foi atingido: AJUDAMOS A FORMAR MAIS UM GRUPO DE BONS BRASILIEIROS, brasileiros que – CERTAMENTE – terão uma maior base de ética, que estarão ainda mais aptos a decidir para a questão mais importante para o ser humano: VIVER PARA O BEM OU PARA O MAL?

Assim sendo, voltando aos pilares: os valores básicos do ser humano, pela ordem: a vida, a liberdade e a busca da plena felicidade.

Podemos traduzir busca da felicidade de diversas maneiras, variando muito de individuo para individuo: harmonia na família, todos com muita saúde e em paz, muito sucesso profissional, muito patrimônio pessoal (riqueza), etc, etc, porém, o fundamental é que sempre estejamos em busca daquilo que temos como o melhor: melhor para nós mesmos, melhor para a nossa família, para nosso grupo social, comunidade, país e até mesmo para nosso planeta, lembremo-nos, por exemplo, do problema da falta d’agua (a necessidade de se ter cuidado em todos os sentidos: economizar, não poluir, educar o semelhante) todo detalhe é importante, tudo importa para formamos um bom quadro geral da situação.

Ocorre que, nada vem de graça ou, nada vem por acaso tão pouco fácil de atingir. Há um desafio constante que independe de raça, credo ou sexo, tão pouco da sorte (com pouquíssimas exceções) que normalmente é uma coadjuvante, o que mais vai definir nosso sucesso (ou fracasso) é o nosso esforço constante e dirigido para o bem, nossa busca constante em fazer cada vez melhor, em ser cada vez melhor, em nos superarmos.

Com ETICA, com MORAL, enfim com boas praticas e condutas, daquelas que deixa com a alma mais leve e a alegria de ter feito a coisa certa vamos em frente buscando fazer uma FUNDAÇÃO.

Nelson Carneiro
Presidente

Entre em contato com a Fundação Abióptica:

Telefone (11) 5093-0563

contato@fundacaoabioptica.org.br

instrutor@fundacaoabioptica.org.br

 

CONSELHO ADMINISTRAÇÃO

Bento José Gonçalves

Edy Titelbaum

Bruno Valeriano Santilli

Daves Davoli

Eliezer Lewin

Ernani Pestana

Heloísa Capelas

Jansen Araújo

Jeno Meggyesy

José Carlos Piran

José Paulo Hernandes

Kleber Grasso Rodrigues

Marcia Silveira Guimarães

Milton Ruiz Alves

Paulo Velasco

Roberto Basile

Ronaldo da Silva Pereira Junior

Sumaia Leite 

 

CONSELHO FISCAL

Flávio Bitelman

Hiroshi Kimura

Laís Valverde Sousa

Marcio Berger

Marcos Feldman 


DIRETORIA

Presidente
Vice-Presidente
Diretor Financeiro

Nelson Carneiro
Norberto Farina
Marcelo  Hagop Abrikian

 
 

Associação Brasileira da Indústria Óptica - Abióptica
Av. Santo Amaro, 1386 - 1º andar    04506-001  Vila Nova Conceição
Fone/ Fax: (11) 3045-2090     atendimento@abioptica.com.br

Desenvolvido por Agência d.Tavares