EnglishPortugueseSpanish
Fone: (11) 3059-2090 comercial@abioptica.com.br Av. Rouxinol, 60 – conj. 909 –
C2d420f3 52bc 457c 8879 E2047b5bb492

Novidades para quem usa óculos e lentes de contato

Entre as tendências para 2019 estão produtos finos, resistentes, com filtros contra a luz azul e design de marcas famosas

Em uma era em que usar óculos deixou de ser apenas uma necessidade para se tornar sinônimo de estilo e bom gosto, o setor óptico investe pesado em tecnologia. Com aproximadamente 35 mil óticas, o Brasil acompanha as tendências alavancando o mercado. Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria Óptica (Abióptica), Bento Alcoforado, o crescimento se deve também à transformação do produto em artigo de moda. Não por acaso, na última década, o aumento no faturamento foi de 172% com uma arrecadação que chega a R$ 21 bilhões.

Na 17 ª edição da Expo Óptica Brasil, mais de 70 expositores nacionais e estrangeiros trouxeram as tendências para 2019, entre eles a Marchon com modelos de óculos de marcas famosas, como a Chloé.

Além da evolução tecnológica e do design arrojado das armações e lentes, as estratégias de marketing são outro diferencial. Tanto os óculos de grau quanto de sol se tornaram sonho de consumo de muita gente que não economiza na hora de comprar. Na 17 ª edição da Expo Óptica Brasil, ocorrida este mês, em São Paulo, mais de 70 expositores nacionais e estrangeiros trouxeram as novidades para 2019. As lentes surgem cada vez mais finas e resistentes. Para Clédio Romero Rodriguez, diretor de marketing da Fhocus Optical Solutions, empresas brasileiras não deixam a desejar para as grandes marcas mundiais. “Utilizamos o que há de melhor, com tecnologia alemã. Trabalhamos com lentes especiais que filtram a luz azul evitando os efeitos nocivos da irradiação que pode provocar lesões permanentes na retina”, diz. 

Incorporado na massa da lente, o filtro não interfere em sua coloração e permite que apenas a luz benéfica, necessária para regular algumas funções do organismo, penetre nos olhos. “Este filtro é essencial para quem fica muito tempo olhando para telas de computadores, tablets ou celulares“, explica Leandro Baradel, instrutor da multinacional francesa Essilor, especializada em lentes oftálmicas, entre elas a multifocal Varilux, a fotossensível Transitions e a antirreflexo Crizal. Segundo pesquisadores da Universidade de Toledo, em Ohio, nos Estados Unidos, a luz azul das telas intoxica algumas moléculas do olho e, a longo prazo, pode levar à cegueira. Já para a tão conhecida vista cansada, ou presbiopia, a aposta são lentes multifocais leves, coloridas e que reduzem o efeito de flutuação ampliando o campo de visão do usuário. “Desta forma, se reduz o movimento de cabeça feito para enxergar melhor de perto”, diz Leandro. Para atrair o público mais jovem, a marca traz lentes nas cores ametista, âmbar, safira, cinza, marron e verde.

Na Coopervision, a novidade são lentes de contato para correção de até menos 20 graus de miopia e mais 20 graus de hipermetropia. Feitas com silicone hidrogel, têm tecnologia que retém água e dispensa o uso de umectantes. Outra modalidade da marca são as lentes de descarte diário, o que ajuda a evitar infecções oculares. “Como não necessita de limpeza contínua, evita a contaminação através do contato”, diz o gerente de marketing, Menoti Cavalante. A criançada também foi prestigiada com lentes que facilitam a correção da visão e atendem às demandas da idade. Na Zeiss, marca referência mundial na produção de lentes para óculos, elas chegam com campo de visão mais amplo, que reduz o nível de distorção da imagem, e tratamento contra a luz azul, além de ter garantia de resistência. “Estas lentes foram projetadas para o público infantil, com toda a qualidade que nossa marca oferece”, diz o coordenador de marketing, Flávio Nery.

E como já não é possível falar de óculos sem falar em moda e estilo, a americana Marchon, uma das maiores designers e fabricantes de óculos de sol do mundo, traz um portfolio recheado de marcas famosas, entre elas a Calvin Klein, Chloé e Salvatore Ferragamo. “Já faz tempo que o óculos passou a ser um desejado acessório, trazendo todo um glamour ao visual”, diz Kau Cavalcanti, representante da marca em Minas Gerais. Lentes claras adequadas tanto para ambientes internos quanto externos, são a grande pegada. “Dessa forma, a maquiagem também é destacada e o óculos completa o visual”, diz a gerente de marketing Maria Julia Falcão. Os formatos são os mais variados, trabalhados a laser, tornando as armações meras coadjuvantes. As cores trazem várias possibilidades e combinações, com opção para os adeptos da logomania, que expõe as marcas na própria lente.

Fonte:revistaencontro

Buscar