Ccbac8c619fec8784b6c41b323e5855f

Ação aguda dos Raios ultravioletas nos olhos pode provocar queimaduras iguais às causadas na pele, alerta especialista

27/02/2018

A exposição ao sol durante o início do ano exige cuidados especiais para proteger a pele e os cabelos. Mas, o que muitas pessoas não sabem é que os olhos também merecem a mesma atenção. Isso porque, em dias ensolarados, a ação aguda dos raios ultravioletas sobre os olhos também podem provocar queimaduras na superfície ocular.
“O problema é que não sentimos os raios infravermelhos, e ai nos dias de sol forte, mesmo com uma exposição rápida, os danos podem ser agudos a curto e longo prazos”, comenta o Dr. Renato Neves.

A exposição exagerada dos olhos aos raios UVA e UVB podem causar ao longo do tempo problemas graves como o espessamento na conjuntiva, inflamação na córnea, catarata, degeneração do vítreo, queimadura da retina e até o câncer. Mesmo em dias nublados, é fundamental o uso de óculos escuros adequados.
“A intensidade dos raios pode ser alta independentemente do calor que a pessoa sente. Nos dias nublados, os raios de sol passam através das nuvens finas e são refletidos na areia, na neve, em grandes paredões de centros urbanos e até no chão da rua”, explica o oftalmologista.

Como escolher os óculos escuros adequados?
O mais importante é que os óculos escuros bloqueiem de 99 a 100% dos raios UVA e UVB. Os óculos devem envolver a face de têmpora a têmpora, para que os raios solares não penetrem pela lateral. Utilize óculos que possuam proteção UV. A qualidade das lentes é essencial. O preço, modelo e cor dos óculos são de importância secundária.
“A proteção UV vem de uma camada de agentes químicos aplicada na superfície da lente que garante a segurança dos olhos. Não se deixe levar pelo preço barato ou pela cor das lentes”, afirma.

Fonte: terra.com.br

Buscar